COLUNA | Em busca do Line up perfeito… Existe?

Imagem: Fabiano Carvalho.

Você já deve ter ouvido “Que Line up perfeito!” Ou “Se tivesse o Dj “X” o Line up seria perfeito!” ou coisas similares. O tão esperado Line para uma festa é o motivo para muitas discussões, e a pergunta que sempre vem à tona é “Como considerar um Line bom e ideal para uma festa?”

Para entender é preciso saber que uma festa é constituída de começo, meio e fim, exatamente para demonstrar suas nuances e também contar sua história. Ao compreender estes fatos, passamos ao entendimento que o Line up é composto por DJs que precisam entender sobre sua identidade musical somada à proposta da festa. Entendido estes pontos, temos realmente um Line perfeito?

A sombra dessa dúvida atinge os DJs, os produtores e o público, logo, essa pergunta torna-se retórica, porque ao invés de obter uma resposta, a dúvida soma-se a outras dúvidas e o questionamento fica maior. Por isso, vamos tentar nesta coluna, traçar um plano de raciocínio para chegar em uma resposta. Então, vem comigo!

Em primeiro lugar, o que significa “PERFEITO”? Segundo o dicionário, “Sem defeito ou Em que não há defeito”, o que nos faz entender que perfeição não está ligada a nenhum outro adjetivo que complemente, está ligada à excelência.

Em segundo lugar, “Como montar um Line up?”. Aqui está, acredito eu, o maior e mais traiçoeiro perigo sobre o assunto, porque além do produtor elencar os profissionais, ele precisa agradar a sua audiência, o público.

Sob a ótica do produtor, o line up deve ser pensado e construído, basicamente, em “Warm up”, ápice da festa, final da festa, que baseado nessa lógica, acrescento mais um ponto a ser pensado, “Como saber qual horário deve ser colocado cada DJ?”. A difícil missão do produtor é exatamente ter o “feeling”, “know-how” e sensibilidade para explicitar e escolher o line e também agradar o gosto e a necessidade do público.

O DJ, por sua vez, tem uma missão, nem mais fácil e nem mais difícil, que é entender o horário escolhido pelo produtor, os colegas que dividirão a pick-up e saber se sua identidade musical é capaz de atender o proposto. Uma vez compreendido essas questões, cabe somente a ética e o profissionalismo para aceitar que o trabalho individual acrescido ao coletivo, resultam na excelência da entrega.

Sob a visão do público, entende-se que o entretenimento está atrelado ao prazer e diversão, com consequência, concluímos que a satisfação está na execução e na entrega, onde o divertimento e os momentos prazerosos foram entregues. Então, se o produtor, o DJ e o público estiverem em sintonia, por que não temos um line up perfeito?

Meu caro leitor, minha opinião diante desses fatos, me faz concluir que SIM, é possível termos um Line up perfeito, desde que tenhamos como o início da discussão, “O que é ser profissional?” (Aproveita e veja na edição do mês passado, fiz uma breve discussão sobre o assunto.), lógico que na visão do produtor e do DJ, se diante das propostas e conceito da festa, entendermos que a individualidade como protagonismo não tem vez, sendo assim, compreendemos que o Line up perfeito está na sincronicidade da produção da festa que fará a entrega de uma oferta e proposta excelente ao público. Mas você pode questionar, que os nomes que compõem o line fazem a diferença e eu, sem dúvida, respondo: é importante, porém na maior parte das vezes, se há profissionalismo e o profissional foi devidamente “brifado”, com certeza, o proposto será bem executado.

Você acredita que tem o line up perfeito?

Conta pra gente, qual o seu line up perfeito?

Te espero aqui, até o mês que vem!

Um comentário em “COLUNA | Em busca do Line up perfeito… Existe?

  1. Pingback: COLUNA | 2020 ou 2021? Cancela ou não? Feliz Ano Novo?! - Colors DJ Magazine

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: