COLUNA | Toda e qualquer relação envolve interesse, acredite!

“Tal pessoa é muito interesseira” – Você dificilmente usará este termo novamente depois de ler esta coluna.

Na pré-história, 8000 a. C. , as pessoas viviam em pequenos grupos porque entendiam que desta forma estariam mais protegidas do frio e de predadores, podiam procriar e caçar com mais facilidade, tendo um INTERESSE esse em comum, a sobrevivência e desenvolvimento da sua espécie.

Então criamos a habilidade de mascarar esses interesses com algo chamado SENTIMENTO.

Analise comigo:

Se temos uma necessidade, vamos atrás de pessoas que possam supri-las, logo, criamos relações, sim, de interesses, que são de amizade, trabalhistas, amorosas, de redes sociais, entre outras mais ou menos significativas.

E onde quero chegar é que em todas elas precisamos de alguém, de um indivíduo que possa suprir o que precisamos em determinados momentos de nossas vidas, e sempre que não conseguimos suprir a tal necessidade, de certa forma, cortamos vínculo com essa pessoa.

Por exemplo, quando vamos em uma loja, na frente do estabelecimento, normalmente, existe um vendedor que tem um interesse: vender; e você tem outro que é comprar. Sabendo disto ele irá, ou deveria, se comportar de maneira amigável e gentil para que ela atinja seu interesse (objetivo).

Ou também quando você chega em um lugar e não te tratam tão bem (de acordo com as suas necessidades), você certamente perderá interesse nesta pessoa…

E assim são as relações entre humanos…

Um bebê, por exemplo, quando sente fome, chora na intenção (interesse) de chamar atenção de sua mãe para saciá-lo.

Procuramos amigos para fazer com que nossos momentos sejam agradáveis, ou seja, interesse também….

Em uma situação amorosa, pesquisas mostram que procuramos em alguém algo que nos falta ou ainda que nos ajude a realizar nossos objetivos.

As redes sociais exemplificam muito bem essas relações de “necessidade”. Onde você “supre vontades” em trocas de curtidas e seguidores, daí, se você tem um bom engajamento, empresas te procuram pra fazer uma parceria/collab…. Sabe o que é essa relação?

— I N T E R E S S E.

Somos seres sociais que precisam viver em comunidade e da validação de outras pessoas para o auto e mútuo desenvolvimento, nas questões, cognitiva, psicológica, física, intelectual, entre outros aspectos como, valores, ética, crença, posicionamento político e social… E no geral nos interessamos por pessoas que tem um ou mais aspectos similares ou maiores que os nossos, quanto mais coisas em comum mais duradoura é a relação.

Então, interagir e se relacionar por INTERESSE é uma questão de sobrevivência e garantir-lhe um futuro melhor.

Fica aqui a pergunta. As pessoas que você se relaciona estão te levando pra onde?

Compartilhe:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email

Deixe uma resposta

Para Você

Posts Relacionados

REVELAÇÃO | “Minha identidade tem como foco e base a música preta mundial” – Iury Andrew – DJ Revelação

Que a carreira de DJ não tem sido fácil nessa pandemia não é novidade para ninguém, mas existem muitos DJs fantásticos e com histórias incríveis que não podem passar despercebidos. É o que será provado, mais uma vez, neste mês

Transformando sua ideia e projeto em Arte

A parceria de um designer, de um ilustrador e de uma fera no Google forma a agência digital Ivan T. Design Studio. Atuando há oito anos no mercado, traz um espírito inovador, desenvolvendo soluções para projetos que exijam um design

COLUNA | Como ser DJ na Pandemia?

Hey coloridos, o tema Pandemia é um tema recorrente aqui e também no nosso dia a dia, mas hoje eu quero dar um foco em segundo ou terceiro plano a ela, exatamente porque tenho visto uma luz no fim do

NOVIDADE | Deu trance nas Olimpíadas de Tóquio com a Seleção Brasileira de Ginástica Rítmica

O produtor Vegas assina a trilha sonora da coreografia que levou a medalha de ouro nos jogos Pan-Americanos no último final de semana Em 2019, o DJ e produtor brasileiro Vegas foi surpreendido ao saber que a sua música “Akasha”

COLUNA | Como fazer um bom Warm Up

O mercado de cursos para DJ nos últimos anos foi uma ótima oportunidade profissional. Havia muitas pessoas interessadas em aprender e poucos cursos disponíveis. Quem soube explorar esse mercado teve grande sucesso na época. Com a pandemia, dar aula passou

deixe sua opnião

Sugestão de pauta, opinião sobre nossos textos, envio de lançamentos, ...

%d blogueiros gostam disto: