COLUNA | Os Mashups

Na arte da discotecagem, uma das coisas que faz o diferencial em uma apresentação se chama: “mashup”- a combinação de duas músicas diferentes já existentes com elementos de cada uma tocadas ao mesmo tempo. Pode ser um instrumental com uma acapella, por exemplo. A prática de remontar canções começou desde o início da música gravada.

Os mashups podem ser feitos ao vivo, durante a apresentação de um DJ, ou já gravados – muitos deles são distribuídos gratuitamente pela Internet. A palavra “mashup” ganhou popularidade quando o gênero se espalhou pelos Estados Unidos durante 2002-2003.

A diferença básica entre um produtor musical e um criador de mashups é que o criador do mashup normalmente não adiciona nenhum material novo, reutilizando os elementos das músicas produzidas por um produtor musical.

Mesmo assim, criar mashups exige criatividade, um bom ouvido e noções de teoria musical. Não se pode “ir misturando” qualquer coisa ao mesmo tempo. É como fazer um bolo colocando qualquer ingrediente que você vê na sua frente. É importante, no mínimo, combinar a tonalidade das músicas.

Uma questão sempre polêmica relacionada aos mashups se trata da proteção de direitos autorais. Se você é produtor, músico ou compositor, obviamente você vai querer evitar que suas obras sejam usadas sem permissão. Por outro lado, se você é um criador de mashups, o justo é você usar sua criatividade sem violar nenhum processo de direitos autorais. Mas é illegal usar a música de outra pessoa na minha “nova” música? Depende do propósito e do caráter de uso. Se você vai usar apenas na sua apresentação, em um set, isso é mais que permitido, é um processo criativo louvável na cena eletrônica. Um direito autoral é uma proteção legal concedida aos autores de obras originais.

Usar trechos de músicas diferentes para criar uma nova música também pode ser uma forma de arte e liberdade de expressão. Mesmo assim, a maioria dos criadores de mashup precisam estar cientes de que seu trabalho pode ser questionado a qualquer momento pelo artista original.

Jamais venda seus mashups. Você está infringindo a lei de Contrafação de Direitos Autorais. Publicar uma obra sem a permissão do autor, mesmo com a menção do nome do criador da obra, está previsto no Código Penal brasileiro como uma violação de direitos autorais que pode chegar a reclusão de até 4 anos.

Use e explore sua criatividade, misture artistas, acapellas, samples. Faça do seu set o mais divertido e cheio de boas experiências. O seu mashup pode acrescentar muito em uma música original, saiba usar todas suas referências nessa mistura.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: