COLUNA | DESMARGINALIZAÇÃO DA MÚSICA ELETRÔNICA

A e-music tem sua história atrelada a importantes manifestações artísticas, movimentos de contraposição em resposta à acelerada industrialização, crescimento econômico do pós-guerra, esse movimento foi chamado de movimento de contracultura (Rock, movimento Hippie, Punk e o Techno).

Jovens ganharam as universidades, organizaram-se politicamente em movimentos estudantis e queriam mudar o mundo, além de experimentarem uma liberdade sexual maior que as gerações anteriores. Essa conjunção de mudanças em escala global, somada ao reconhecimento dos jovens e das mulheres como grupos com força social e política, possibilitou, na década de 1960, o surgimento de novos movimentos sociais e políticos, como o feminismo, e os movimentos juvenis de contestação. A globalização e o avanço da tecnologia permitiram que suas mensagens se propagassem em todo o mundo.

Deste modo, podemos afirmar que nosso surgimento dentro da sociedade é uma contraposição às condições sociais impostas, o que causou a nossa “marginalização” através das autoridades.

Hoje, o movimento da e-music se tornou algo consolidado como uma Cultura Global, mas ainda muito marginalizada. E como podemos mudar esse quadro?

Muitos eventos têm o seu lado social através de arrecadação e doações de alimentos, mas será que somente isso que podemos fazer?

Uma boa alternativa seria cursos e oficinas gratuitas, para que cada vez mais a sociedade e as autoridades possam perceber que estamos para somar, e que queremos sim, melhoras a sociedade como um todo e não somente fazer festa.

Esses tipos de iniciativas sociais atreladas ao movimento da e-music ainda são muito escassas, será que por falta de interesse? Eu diria que é mais falta de diálogo com autoridades competentes.

Acredito que esse rumo, a longo prazo, pode trazer bons frutos, melhorar relacionamento com as autoridades, causando uma aceitação social e fortalecimento cultural.

Compartilhe:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email

Deixe uma resposta

Para Você

Posts Relacionados

LANÇAMENTO | Por trás de um vocal chiclete, tem sempre uma boa história: The Otherz e Pump Gorilla lançam “Bonfire Night”

Foi aqui que pediram uma track pra curtir, dançar e cantarolar por aí? Algumas tracks têm um diferencial importante que é a facilidade de a melodia permanecer na sua cabeça e fazer seu corpo se mexer; o vocal que, quando

LANÇAMENTO | Siamese lança “Overdose Sessions”

Siamese acaba de lançar o projeto visual “Overdose Sessions”, uma nova versão do EP lançado em 2019. Ouça e baixe aqui: Overdose Sessions Assim como o EP original, o projeto visual conta com cinco canções, sendo elas “Iguais”, parceria com

LANÇAMENTO | Eloy demonstra maestria em seu mais novo EP “Freedom” pela HeadBox Records

O DJ e produtor musical Eloy, presente na cena eletrônica desde 2015, está no auge de sua carreira musical e lança o EP “Freedom”, pela Headbox Records, que vem repleto de produções impecáveis, trazendo a identidade musical do DJ que

COLUNA | EU QUERO FESTIVAL

A vivência singular nos festivais de Psytrance Falar de festival de Psytrance é como falar sobre estar em casa, à vontade com os meus amigos, ouvindo as nossas playlists favoritas, hahahahahahah… É REAL! Conheci a cena no ano 2000, frequentando

COLUNA | “Respeitem a bagagem cultural da música eletrônica”

O ser humano vive em uma constante evolução e levando consigo todas suas criações nessa procura pelo desenvolvimento. Com a música, não poderia ser diferente! Com o passar dos anos, novas sonoridades vão aparecendo. Referências que antes eram consideradas high

%d blogueiros gostam disto: