LANÇAMENTO | Mustta retorna com clipe “La Puta Triste”, inspirado pelo reggaeton e universo queer

Faixa antecipa primeiro EP do cantor, que trará participações de Tati Quebra Barraco e Dughettu

O cantor e performer maranhense Mustta começa a revelar suas canções inéditas com “La Puta Triste”, faixa que abre os trabalhos para o seu EP de estreia a ser lançado em breve. O single dançante abraça as origens latinas do artista em um diálogo com o reggaeton, e ganha um clipe em 3D. 

O vídeo é protagonizado por dois bonecos: um inspirado em Mustta, e outro na artista visual e performer Manauara Clandestina, travesti da Amazônia e ícone das artes visuais, da performance e da moda. Atualmente mora em Barcelona, onde faz a sua segunda residência artística, no Instituto Delfina Foundation.

Foto reprodução / Instagram

O clipe é embalado pelas guitarras dramáticas e batidas latinas da faixa, ajudando a contar a história prostituta triste que busca na dança refúgio e respiro de uma vida dura e vulnerável. O vídeo foi todo criado em 3D pelo designer Pepapuke e narra a fuga de realidade da personagem do título, que através da vontade de mudança, busca uma nova vida.

Mustta se inspira no universo queer para desconstruir padrões através da música, das letras e do visual de seu trabalho. Tudo para trazer canções onde compartilha suas vivências, honra suas origens latinas e naturaliza a sensualidade e a sexualidade como formas de expressão.

Nascido em São Luís, o cantor e performer surgiu na cena pop LGBTQIA+ em 2017, lançando seu primeiro single: “Liga Pra Mim” (versão em português de “Hotline Bling”, do rapper canadense Drake).

Com uma estética queer, sensual e fetichista, Mustta lançou tendência com seus modelos de maiôs, que o inspiraram a criar em 2018 seu primeiro hit: “Maiozinho”, pop que mistura influências latinas do reggaeton, rap e funk carioca.

Em 2021, o artista lança seu primeiro EP, “Mustta”, com cinco músicas recheadas de colaborações de nomes importantes da cena musical, como Tati Quebra Barraco e o rapper Dughettu, que também assina a direção artística das faixas.

Ficha técnica

Criação e concepção: Mustta

Direção musical e executiva: Dughettu (Duto)

Produção musical, mixagem e masterização: Du Brown.  

Produção Geral: Fernanda Calábria. 

Designer gráfico: Bruno Legítimo. 

Fotografia: Gustavo Steffen. 

Figurino: Vivi Cunha

Compartilhe:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email

Deixe uma resposta

Para Você

Posts Relacionados

MATÉRIA | SÉRIE: “A arte do absurdo” #01

No atual cenário, a performance artística já se tornou uma experiência sensorial tão necessária quanto o DJ ou o ambiente. Com uma série de matérias, iremos explorar as lutas diárias desses artistas independentes, abordando a arte (seja performance, dança, teatro

NOVIDADE| Vila SAN será inaugurada no próximo dia 21

Espaço na Pirâmide do Rio Vermelho será nova opção de entretenimento Previous Next Com a inovação como uma das ferramentas do sucesso dos seus projetos, os empresários José Augusto Vasconcelos e André Gagliano deram uma repaginada na pirâmide do Rio

COLUNA | AUDIOVISUAL, ARTE PSICODÉLICA E LIVE STREAMING:

Como as raves tem sobrevivido ao distanciamento social Trabalho em digital art feito por Felipe Underraga, aka Gesh, para o Festival Ojos del Cielo, evento virtual de live streaming em homenagem a Munsmawa Chiumampi. As raves sempre foram relacionadas a

COLUNA | IDENTIDADE DE GÊNERO COMO DIREITO FUNDAMENTAL

A dignidade é um atributo humano, intrínseco e distintivo, previsto na Constituição Federal de 1988[1], tendo como seu princípio absoluto a obrigação estatal em garanti-la, por ser o Brasil um Estado Democrático. Trata-se de um complexo de direitos e deveres

COLUNA |A SEXUALIDADE POSTA EM CHEQUE

Todos sabemos que as pessoas têm conhecimento sobre temas como a sexualidade cada vez mais, fato que podemos perceber pela quantidade de pessoas que se questionam diariamente sobre o que lhes atrai. O que poucos se questionam é sobre a

%d blogueiros gostam disto: