capaTijah (2)

LANÇAMENTO | As nuances e atmosferas do turbilhão sonoro “Slipt Me”, de Tijah

Com referências do prog, techno e dark, o produtor lança uma intensa e melódica faixa que reforça a identidade sonora do projeto brazuca

 Melódica, introspectiva, “Slipt Me” teve o start da sua produção logo após o verão deste ano e percorreu quase todo o outono para “cair” nos ouvidos do público. Lançada nesta sexta-feira, 4, pela X7M Records, a faixa é a nova produção de Tijah, produtor brasileiro que tem as suas raízes no prog dark e que vem trabalhando uma estética focada nas referências do prog, techno e dark.

 “Gosto muito de ficar horas produzindo meus timbres, e quando comecei a ‘Slipt Me’, tinha um som muito forte que não saía da minha cabeça de jeito nenhum. Tentei reproduzir ele em um som de lead e fui chegando próximo pouco a pouco, um som bem saturado e gordo que eu queria. Algo que levasse à música, mas não conflitasse com meu kick bass. Quando encontrei esse lead, a música começou a fazer sentido”, afirma.

Foto: Divulgação.

E se ficou muito técnica a explicação de Tijah, a capa do lançamento diz muito sobre o sentido de “Slipt Me”. “Um polvo me dividindo ao meio, entre esse turbilhão de ideias e pensamentos”, uma mente pulsante que colocou em nuances e atmosferas mais densas todo esse sentimento maturado durante os últimos meses.

 Ouvinte assíduo de techno, o produtor deixou com que a sonoridade passeasse entre as batidas do prog dark, com influências mais melódicas e ácidas. Um mix de sons que fazem a cabeça de Tijah. “Procuro andar com minhas raízes frente ao meu som, que no caso é o dark, de onde eu vim, onde tudo começou. Mas, tenho buscado inovar, trazendo elementos mais dançantes e menos introspectivos, melodias mais tocantes e menos sombrias”, revela.

 Essa estrutura rica, com timbres, synths, elementos e melodias vem sendo desenvolvida pelo DJ há cerca de três anos, e começou naturalmente, como uma forma de deixar o seu som mais atual sem perder as características mais underground. “Não foi fácil, e nesse tempo muitos lançamentos deram certo como deu errado também. Eu fui estudando cada vez mais o público e até mesmo a minha musicalidade para ver como eu poderia apresentar o novo Tijah”.

Foto: Divulgação.

“Fominha” de estúdio e música, o produtor transformou todo esse percurso em um resultado mais maduro e considerado por ele a consolidação da estética: “Slipt Me”. 

“Até antes da pandemia, o público estava aceitando muito bem o estilo. Com muito esforço, entramos em destaque com o trabalho que estávamos fazendo para torná-lo cada vez mais forte e furar essa bolha”.

 Além da forte identidade musical, Tijah tornou o polvo uma marca registrada, e que conversa muito com toda essa experiência. “O polvo tem uma capacidade incrível de se adaptar, transformar, camuflar, mudar de formas. Essa energia de renovação e adaptação do cenário atual não poderia ter um mascote melhor para me definir, quem vive do psytrance ou dos eventos em geral sabe que não está fácil. Mas, também não farei com que essa fase me faça desistir do Tijah, eu quebro, eu mudo, eu rasgo e transformo, mas eu não desisto”, explica.

Foto Reprodução | Instagram

E a gente agradece! Ouça agora “Slipt Me”!

COMPARTILHE :

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

deixe sua opnião

Sugestão de pauta, opinião sobre nossos textos, envio de lançamentos, ...

%d blogueiros gostam disto: