capa (3)

LANÇAMENTO | Dirtyloud abre baú de mais de uma década dedicada à música em documentário inédito

Dirtyloud: The Way” conta a história do projeto ao longo desses anos compartilhando momentos importantes com quem cresceu com seu som e com a nova geração que está descobrindo essa estrada agora

Considerado um dos principais projetos de música eletrônica nacional, o Dirtyloud é referência para uma geração, fez história bombando mundialmente com a sonoridade que o tornou reconhecido, o eletro house, e continua inspirando novos artistas nesta carreira.

São mais de 10 anos dedicados a fazer o que se ama, música; viver dela, aprender com seus altos e baixos e fazer disso uma grande escola pessoal e, por que não, para o próximo, encurtando algumas respostas e contribuindo para o processo de evolução?

Marcus Vinícius é o nome por trás da formação atual do Dirtyloud que, junto com a virada de chave da sua produção musical, mais madura e que resgatou às suas raízes na house music, trouxe um projeto inédito que se encaixou no momento no qual o projeto se encontra: novo fôlego.

Dirtyloud - Foto: Divulgação.

“A ideia de desenvolver esse documentário veio de um vídeo que assisti do David Guetta contando um pouco sobre a história dele desde o início até chegar ao Jack Back, projeto dele com outra sonoridade”, revela Marcus que lançou nessa semana (3), o seu documentário inédito, “Dirtyloud: The Way”.

Durante esse percurso, o produtor teve vários públicos, e esse documentário compartilha com a geração que cresceu ouvindo o seu som, e com a galera que vem o acompanhando de alguns anos para cá, a sua estrada e a sua experiência.

São cerca de 16 minutos de um material que permitiu reviver momentos passados, se encontrar no presente em uma curadoria feita por Marcus e uma equipe de profissionais de Belo Horizonte, Paula Mordente, que assina a direção, e Cesar Raphael. “Conheci o Marcus no ápice do brilho e foi isso que mais me chamou atenção nele. O quanto ele brilhava em cima do palco. Convivemos por dois anos porque nossos estúdios se dividiam por uma parede, e pude ver alguns dos seus altos e baixos. No documentário a gente retrata sua trajetória de forma fiel, exatamente da forma como conhecemos e sentimos do Marcus, e podemos dizer que ele está de volta, mais brilhante do que nunca”, conta Paula.

Dirtyloud - Foto: Divulgação.

A diretora trabalha com música eletrônica desde o início da sua carreira como videomaker e diretora, registrando festas, festivais e trazendo coberturas para os DJs. São mais de oito anos nesta área e essa não foi a primeira vez que Paula trabalhou com o Dirtyloud, que já produziu um clipe na linha storytelling da música ‘Better’.

“Convidei dois profissionais que são amigos e já têm uma experiência na criação deste tipo de conteúdo. Fizemos uma entrevista bem aberta e sem programação, então saiu tudo muito espontâneo, e a partir daí criamos uma linha do tempo para deixar o DOC bem atrativo”, revela Marcus.

“Foi sensacional poder reviver tudo que já passei, vídeos dos lugares onde toquei, viagens, foi tudo muito especial, nostálgico e empolgante”, explica o DJ e produtor que tem no passaporte 16 países pelos quatro cantos do mundo, além de apresentações por todo o Brasil.

E como essa história não é uma história escrita a duas mãos, convidados especiais e que são peças chave do projeto participaram do documentário. “Quem são? Assistindo vocês irão descobrir”, sem spoiler então né, Dirtyloud?

Dirtyloud - Foto: Divulgação.

“Acho que o que mais revelei foi o meu pensamento a respeito de tudo que está relacionado atualmente com o cenário de música eletrônica, dando forças, também, para os que estão começando por agora”, explica o produtor que conta mais do que a sua história, mas ideias, experiências, uma visão a respeito da carreira de DJs porque já viveu muitos momentos nesta caminhada.

“Dirtyloud: The Way” vai além de um registro pessoal, mas, uma mensagem inspiradora para quem está começando e que almeja alcançar seus sonhos. “O que eu mais espero é poder incentivar geral a seguir seu caminho, seu sonho, não necessariamente na música”, finaliza Marcus.

O documentário já está disponível no canal do Dirtyloud e poderá ser acessado gratuitamente. Se você é fã, reviva esses momentos, se você conhece o formato atual do projeto ou só ouviu falar, vale a pena conferir o material que traz um percurso de sucesso, dedicação, de altos e baixos, um espelho de uma carreira artística para quem pretende mergulhar nesse universo. 

COMPARTILHE :

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

deixe sua opnião

Sugestão de pauta, opinião sobre nossos textos, envio de lançamentos, ...

%d blogueiros gostam disto: