FC Nond

Nascido no Rio de Janeiro, Brasil, Fc Nond é um dos pioneiros da música eletronica nacional. Com formação em arquitetura, urbanismo, e design, Fc iniciou em 1994 sua empreitada musical, em pequeno estudio caseiro, fascinado pelas publicações britanicas da época. Paralelamente, continuou sua paixão precoce pelos “decks”, tocando em grandes festas cariocas, paulistas e mineiras (B.T.C.H.,Seven), construindo assim toda uma personalidade de pista, formada pelo extenso conhecimento fonográfico que, na infancia já era evidente. Um misto de brasilidade setentista, jazz, soul e disco, juntam-se ao house eletronico para formar o início das idéias produtivas, reunidas em 97 no primeiro álbum “Home Files” (Paradise Records), em sequencia de “Land Of Love” (Spotlight Records), primeiro hit, sob o pseudonimo de Blue Nond. A música ficou meses no topo das paradas pop nacionais, enquanto Home Files era constante nos meios mais undergrounds. Assina então com a radio Transamerica do Rio de Janeiro, lançando uma serie de albuns que seriam encartados nas revistas trimestrais. Foram 14 albuns autorais, mixados, que tiveram suas versoes digitais desponiveis agora, com faixas extras. No início do século, assina com a italiana Sheeva Records e o vinyl “Drum-Key/Kerosene” leva Nond de vez para as pistas mundiais, colocando seus hits seguintes, “Re-Used”, “New Love” (UC Music), e “The Cure” (Stereo Productions), em coletaneas de famosos dj’s, como Peter Rauhofer, Tony Moran, Chus & Ceballos, Tracy Young e Manny Lehman. Os singles foram reunidos em 2005 no segundo album “Recycled” (UC Music), cujo lançamento oficial se deu na turne mexicana. Paralelamente, os remixes para “Shine Disco Balls” (Who Da Funk – Subliminal Records), “Pump It Up” (Danzel – Ultra Records) e “Black Rain” (Dj Chus – Stereo Productions), entram em diversas coletaneas de house underground, enquanto que “Be More Shake” (Afrika Bambaataa – Tommy Boy Records), além de permanecer várias semanas no top 100 Billboard, está na trilha sonora do seriado americano Queer As Folk. Atualmente, Nond faz parte da equipe de curadoria musical da Radio Ibiza, empresa de branding musical, e gerencia o setor de hotéis, shoppings e grupos corporativos.

Minhas redes

Compartilhe:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email

Deixe uma resposta

Para Você

Posts Relacionados

MATÉRIA | SÉRIE: “A arte do absurdo” #01

No atual cenário, a performance artística já se tornou uma experiência sensorial tão necessária quanto o DJ ou o ambiente. Com uma série de matérias, iremos explorar as lutas diárias desses artistas independentes, abordando a arte (seja performance, dança, teatro

NOVIDADE| Vila SAN será inaugurada no próximo dia 21

Espaço na Pirâmide do Rio Vermelho será nova opção de entretenimento Previous Next Com a inovação como uma das ferramentas do sucesso dos seus projetos, os empresários José Augusto Vasconcelos e André Gagliano deram uma repaginada na pirâmide do Rio

COLUNA | AUDIOVISUAL, ARTE PSICODÉLICA E LIVE STREAMING:

Como as raves tem sobrevivido ao distanciamento social Trabalho em digital art feito por Felipe Underraga, aka Gesh, para o Festival Ojos del Cielo, evento virtual de live streaming em homenagem a Munsmawa Chiumampi. As raves sempre foram relacionadas a

COLUNA | IDENTIDADE DE GÊNERO COMO DIREITO FUNDAMENTAL

A dignidade é um atributo humano, intrínseco e distintivo, previsto na Constituição Federal de 1988[1], tendo como seu princípio absoluto a obrigação estatal em garanti-la, por ser o Brasil um Estado Democrático. Trata-se de um complexo de direitos e deveres

COLUNA |A SEXUALIDADE POSTA EM CHEQUE

Todos sabemos que as pessoas têm conhecimento sobre temas como a sexualidade cada vez mais, fato que podemos perceber pela quantidade de pessoas que se questionam diariamente sobre o que lhes atrai. O que poucos se questionam é sobre a

%d blogueiros gostam disto: