Yola

https://app.asana.com/0/1135954362417873/1200580539656978/f

Credit: Ford Fairchild

NOVIDADE | “STARLIGHT” SERÁ O CONCERTO DE YOLA PARA CELEBRAR O ELOGIADÍSSIMO ÁLBUM “STAND FOR MYSELF”

“STARLIGHT”, CONCERTO PARA A CELEBRAÇÃO DO LANÇAMENTO DO ÁLBUM DE YOLA, SERÁ TRANSMITIDO MUNDIALMENTE NA QUARTA-FEIRA 4-5 DE AGOSTO. INGRESSOS JÁ ESTÃO À VENDA

“‘Stand for Myself’, um álbum feito de forma muito original”The New York Times

“Depois de uma vida cheia de provações, chegou a hora desta cantora britânica” Rolling Stone

“A cantora nascida em Bristol e hoje baseada em Nashville está superando todas as expectativas”Variety

“Seus vocais lembram o equilíbrio e a grandiosidade dos maiores cantores pop da era de ouro da música”  – ENTERTAINMENT WEEKLY

“Tem alguém misturando gêneros tão bem como Yola hoje em dia?”Esquire 

“Yola é uma superstar cuja carreira está prestes a explodir” Elton John

Foto Divulgação

Yola lançou seu álbum manifesto Stand For Myself” via Easy Eye Sound na última sexta-feira (30/7). O disco traz mudanças sonoras que foram saudadas por publicações como o jornal The New York Times, que definiu: ‘Stand For Myself’ se baseia no mesmo som americano do primeiro disco de Yola, mas também é atravessado por disco music e pop”. A Rolling Stone  descreveu como “um álbum que reflete a jornada musical de Yola, com canções que acenam para vários estilos de R&B e dance music”. O Slate elogiou como “absolutamente notável” e a Entertainment Weekly afirmou que “seus vocais lembram o equilíbrio e a grandeza dos maiores cantores pop vintage da música, de Dusty Springfield a Shirley Bassey”.

A SPIN acrescentou à infinidade de elogios que “a partir da introspecção e da auto realização, Yola está voltando para casa, voltando para quem ela sempre foi o tempo todo”. A revista W Magazine declarou que o álbum é uma mistura de dopamina country e polimento pop que expõe toda a capacidade vocal de Yola sem sacrificar sua mensagem em nome de uma suposta relevância comercial”; as revistas Esquire Magazine e Billboard incluíram “Diamond Studded Shoes” entre as melhores músicas de 2021.

Yola anunciou recentemente “Starlight”, uma apresentação ao vivo que celebra o álbum Stand For Myself”, com plateia, registrada durante o evento Newport Folk-On, em julho. O evento será transmitido através de múltiplos fusos horários na quarta-feira, 4-5 de agosto, via Moment House. 

Para mais informações, por favor, visite: https://www.momenthouse.com/yola

Stand For Myself reflete a crença de Yola na possibilidade de mudança, para além das imposições que levam a intolerância e concessões de fachada.  Isso tem impactado profundamente sua carreira e sua vida pessoal. Produzido por Dan Auerbach, o álbum traça um fio narrativo para as inspirações musicais mais ecléticas do Yola: dos álbuns seminais que ela descobriu na coleção de discos dos anos 70 da mãe, até o amor pela eclético rádio britânico, que misturava rock, neo soul dos anos 90, R&B e britpop – e que foi a trilha sonora de sua infância e adolescência em Bristol. Algumas composições surgiram nos dias mais sombrios de isolamento pandêmico, refletindo os momentos coletivos de saudade e solidão. Outras canções germinaram anos atrás e foram inspiradas por momentos pessoais, incluindo “Break The Bough”, que Yola começou a escrever após o enterro de sua mãe. Algumas faixas também foram co-escritas com Dan Auerbach, Ruby Amanfu, John Bettis, Pat McLaughlin, Natalie Hemby, Joy Oladokun, Paul Overstreet, Liz Rose, Aaron Lee Tasjan, Hannah V e Bobby Wood. Gravado durante o outono de 2020 com uma seção rítmica que inclui o baixista Nick Movshon, conhecido pelo trabalho com Amy Winehouse e Bruno Mars, ao lado de Aaron Frazer, baterista e artista solo em ascensão.

Yola se apresentou recentemente na TV americana, no Late Show With Stephen Colbert. A apresentação no estúdio foi gravada ao vivo no Ed Sullivan Theatre e contou com a participação ao piano de Jon Batiste, diretor musical vencedor do Oscar. A performance será retransmitida em 2 de agosto, mas está disponível para ser assistida agora aqui. Yola se tornou um dos poucos artistas a se apresentar tanto no Newport Folk e no Newport Jazz Festival no mesmo ano. Yola se apresentou no Newport Folk na semana passada e vai se apresentar neste fim de semana no Newport Jazz. Ela também se apresentará no Summerfest. As datas com Chris Stapleton em sua turnê foram remarcadas para 2021, incluindo o show no Madison Square Garden em 8 de outubro e duas noites na Bridgestone Arena em 22-23 de outubro. Para mais informações e ingressos, visite:  www.iamyola.com

Tracklist:

  1. Barely Alive 
  2. Dancing Away In Tears
  3. Diamond Studded Shoes 
  4. Be My Friend
  5. Great Divide 
  6. Starlight 
  7. If I Had To Do It All Again 
  8. Now You’re Here 
  9. Whatever You Want 
  10. Break The Bough 
  11. Like A Photograph
  12. Stand For Myself

Ouça e baixe aqui.

Um pouco mais sobre Yola:

No ano passado, a pandemia atrapalhou os planos de Yola de se apresentar em estádios (com Chris Stapleton e The Black Keys) e em vários festivais. Além disso, ela foi obrigada a adiar um belo projeto como atriz: ir para a Austrália viver a pioneira do rock Sister Rosetta Tharpe no novo filme biográfico “Elvis de Baz Luhrmann. Yola usou este inesperado “presente” e usou o período para começar a criar as canções de Stand For Myself”.

Yola sofreu com o preconceito ao longo de sua infância. Chegou a viver como sem-teto em Londres e, ao se lançar em carreira solo, perdeu a voz, em uma crise induzida pelo estresse. Mas ela conseguiu chegar lá com seu álbum de estreia Walk Through Fire”, que lhe rendeu aclamação da crítica, elogios de fãs como Elton John e Estelle, e mais quatro indicações ao GRAMMY®, incluindo Melhor Artista Novo.

Crédito imagem de capa: FORD FAIRCHILD.

COMPARTILHE:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

deixe sua opnião

Sugestão de pauta, opinião sobre nossos textos, envio de lançamentos, ...

%d blogueiros gostam disto: