capa_colors_feed_feio (1)

ÍCONE | DJ FEIO – “Nunca foi só pela música eletrônica.”

Luiz Guilherme Sala aka DJ Feio, nosso homenageado do mês sendo Ícone do Psytrance na Colors DJ Magazine.

Há quase 64 anos, nascia uma criança que jamais imaginaria ter um carreira de DJ, ainda mais tão consolidada quanto essa… Dizemos quase 64 anos, pois amanhã (1/6) será o aniversário desse artista de grande importância para a cena do Psytrance brasileiro.

“Minha família sempre me influenciou a seguir na carreira musical. Desde o meu avô que tinha pick-ups em casa (nas devidas proporções para a época), minha mãe, que era fã de carteirinha do Roberto Carlos e Julio Iglesias, além das trilhas sonoras de novela. Daí não teve jeito né hahaha…” 

Embora ele tenha tido grande influência de toda essa parte familiar musical, Feio diz ter inspiração no ínicio de sua carreira com um único artista, Robert Miles, com a música “Children”; “ela estava em uma compilação da gravadora ‘Platipus’ e, a partir disso, comecei a seguir todos os artistas dessa label, como Union Jack, Terra Ferma, Art Of Trance, Quietman Salamander, entre outros.”

No final dos anos noventa, nosso Ícone já mostrava o seu trabalho, mas ainda como hobby, “pelo que me lembro, até 1996 eu era DJ apenas em celebrações de amigos. Tocava em muitas festas mais pela satisfação de apresentar o som que eu gostava, sem receber cachê algum. Foi assim no club Base, Sirena (no início da carreira), Botechno e em muitos outros.”

Agora como deixarmos de falar de uma época de extremo sucesso que foi na sua parceria com Rica Amaral, na Xxxperience, a qual o Feio foi um dos co-fundadores deste selo de grande sucesso. “Conheci o Rica Amaral na casa de alguns amigos e eu sempre curtia fazer festas para comemorar meu aniversário (detalhe: sempre pra mais de 500 pessoas). Então unimos forças e fizemos a primeira Xxxperience na Praia de Maresias, no litoral norte de São Paulo. Eu já frequentava bastante o lugar por ser surfista profissional em 1996 e lá tinha um lugar que sempre sonhei em fazer festa, o “Bar do Meio”. E foi ali que tudo começou.”

Essa foi uma parte muito importante para ele e para muitos como o DJ Claudinho Brasil, “o Feio é um dinossauro, é um cara que a gente deve todo respeito, tem uma trajetória linda dentro da cena. Há dezesseis anos atrás, quando eu comecei a tocar, ele era um dos sócios da Xxxperince, a gente ia nas festas e ele já estava lá, representando…”, e outro DJ que também nos contou um pouquinho desse contato com o Feio na Xxx foi o sueco S-Range, “como um dos primeiros DJs na cena e co-fundador da Xxxperience, foi ele quem me contratou para seu primeiro show internacional ao vivo. Ele sempre apoiou minha música desde o início e nos tornamos bons amigos durante todos esses anos tocando juntos em todo o mundo.”

Foto: Divulgação.

E não é que nosso homenageado também foi ganhador do Prêmio da Música Brasileira Eletrônica?!Fico muito feliz pela premiação que recebi por levar a música eletrônica a lugares não muito populares. Realmente participei do processo de popularização da e-music no Brasil de uma forma mais saudável e correta, com festas acontecendo anualmente nos quatro cantos do país e não como acontece atualmente, em que toda semana acontecem vários eventos no mesmo local.” 

Essa seriedade toda no trabalho de expansão da música eletrônica o levou a receber uma moção na Assembléia Legislativa do Paraná, “participar da criação e estabelecimento dessa cultura foi um marco muito importante pra cena na época, não só pela música em si mas na parte social também, pois essa expansão abriu novas oportunidades de emprego para as populações locais. Nunca foi só pela música eletrônica. Não há como fechar os olhos para tudo que a faz acontecer.”

Só aí já dá pra ver o quão importante esse artista é para o cenário da música eletrônica e o quanto é querido no meio cultural brasileiro. “O Feio é um cara que conhece tudo de Psytrance, além de bom gosto e não só pra tocar, mas também para produzir”, comenta Claudinho, que continua a demonstrar seu carinho pelo colega de trabalho e cita até o período em que o DJ experimentou novos caminhos dentro da imensidão que é a música eletrônica num todo, “depois ele foi traçando o caminho dele, mudando experimentando produzir coisas novas, mas sempre com muito bom gosto e trabalhando com muito carinho.”

Essa visão de gratidão e carinho vem também do DJ Yasser, que fala bem da importância do Feio para a cena, “ele é um DJ que cresceu junto com a cena e fez a cena evoluir, uma época em que tudo era mais difícil, muito bom ter uma referência como ele, levou o psytrance em muitos lugares, ajudou na relação também com artistas de fora, trabalhou com grandes gravadoras, trouxe muita coisa boa de fora pra cá e tudo que acontece hoje tem reflexo de sua importância, com certeza muitas pessoas conheceram e começaram no psychedelic trance por causa dele.” 

Hoje em dia as referências principais do DJ Feio são bem variadas porém saudosas, “minha atenção e ouvidos sempre acabam ficando nos mais ‘tradicionais’, como: Audio-X, GMS, Tristan, Rinkadink, Astrix, Liquid Soul, S-Range, Raja Ram, Ace Ventura, Atmos, Space Tribe, Etnica, Atomic Pulse, Oforia, Loud, Ital, Burn In Noise, Imagine Mars, Bizarre Contact, Talamasca, Dino Psaras, Skazi, Deedrah e por aí vai hahaha…”

Foto: Divulgação.

Toda essa história, essa bagagem e essa vivência dentro do mundo da música eletrônica trouxe ao DJ Feio uma nova conquista recente: representar a cena do psytrance dentro da mais nova Galeria do DJ na sua terra natal, São Paulo, “eu me senti como uma criança quando recebe aquele super presente de Natal fora de época. Foi maravilhoso receber a notícia de que uma iniciativa como essa estava em desenvolvimento e ainda mais sendo batizada como ‘Sônia Abreu’. Eu me senti muito honrado em somar no projeto ao lado de grandes nomes da cena eletrônica nacional (muitos deles que sou fã até hoje). A palavra OBRIGADO não consegue representar a intensidade da minha satisfação em participar disso tudo. O vigor que a Galeria do DJ me deu foi realmente um combustível para seguir minha carreira. Sinto como se estivesse começando agora!”

E é sobre isso… São mais de vinte anos de estrada, voos e vivências que o levaram a conquistar tudo isso e tocar em vários festivais pelo Brasil e mundo afora, mas não mudando a sua personalidade de carinho, leveza e alegria por onde passa, “isso é muito legal de se comentar, porque eu nunca mudei o meu jeito de ser, mas quando as pessoas hoje em dia me agradecem pelo que fiz, eu penso: ‘Mas o que eu fiz?’. E nesse momento acabo olhando ao meu redor e observo que todas as festas, independentemente do estilo musical, se inspiraram na nossa forma de trabalhar e estão se dando bem. Fico muito feliz com o reconhecimento e a contribuição que demos para a cena eletrônica.” 

Nesse vai e vem de gigs por todos os cantos do país e até fora, Claudinho conta uma passagem que teve com o Feio dentro da Sala Vip de um aeroporto, “a gente se encontrou no aeroporto, eu já tinha uns aninhos de carreira, mas ainda não tinha o acesso à sala Vip. E ele foi muito querido me convidando pra ir pra sala Vip junto com ele. O desfecho dessa história foi muito engraçado, porque a gente ficou no maior papo, conversando, bebendo, comendo do bom e do melhor e perdemos o voo. Foi muito divertido.” 

Coisas da vida de quem trabalha viajando sempre, mas ainda nesse tema viagem, o DJ Yasser conta também sobre um perrengue com aviões, “a gente às vezes só se encontrava em aeroportos ou nas festas, sempre muito corrido, mas já viajamos em um avião quebrado juntos”, e continuou a falar de momentos inesquecíveis com ele, “ele já me fez ir em restaurante Thailandes e comer comida ruim (rsrsrsr),  já tocamos por 3 horas em VS, em afters e já me apresentou pra muitos artistas que eu sempre fui fã na época, ele sempre cara de pau e com muito humor! Sempre bom sua presença!”

É assim que escolhemos terminar essa homenagem a ele, com muita alegria, gratidão e pelo artista, amigo e colega de trabalho que é Luiz Guilherme Sala, nosso DJ Feio.

Confira agora uma playlist especial que criamos com as vinte músicas que o Feio mais tem escutado nos últimos meses.

COMPARTILHE:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

deixe sua opnião

Sugestão de pauta, opinião sobre nossos textos, envio de lançamentos, ...

%d blogueiros gostam disto: