Isis Broken

Isis Broken

Isis Broken é sergipana, travesti, bruxa cangaceira, neta de repentista e rapper. Filha de professora e de um gráfico de um jornal local, cresceu rodeada por livros, demonstrando um interesse pela leitura e o ato de contar histórias. Esse apreço pelo lúdico fez com que buscasse referências em cordéis e na cultura popular para se expressar através de suas composições.
 
Como uma boa rapper suas músicas são ácidas, politizadas e desafiam o próprio gênero rap, que era majoritariamente criado por homens héteros e hostil às mulheres. A luta de Isis é justamente para derrubar essas “fogueiras” que, por séculos, foram reservadas às bruxas travestis. Fugindo desses padrões, atualmente ela acumula mais de 67 mil reproduções em 58 países no Spotify e mais de 57 mil visualizações no Youtube.
 
Em 2019, a Suprema foi ganhadora de um prêmio do M-V-F (Music Video Festival), com o clipe de “O Clã”, superando grandes nomes do cenário brasileiro, como Criolo e Urias, na categoria “Melhor Figurino em Videoclipe Nacional”. Em 2020, ganhou a categoria “Melhor Clipe Nacional” com o mesmo clipe no 27o Festival de Cinema de Vitória. Atualmente conta com dez indicações nacionais e internacionais em Bogotá, Itália e Londres.

MINHAS REDES

COMPARTILHE :

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

deixe sua opnião

Sugestão de pauta, opinião sobre nossos textos, envio de lançamentos, ...

%d blogueiros gostam disto: