REVELAÇÃO | Apaixone-se pela música com o DJ Lourenzo

Foto de divulgação.

Nosso DJ revelação desta edição aprendeu piano e saxofone, instrumento que tocou por 11 anos na banda da igreja e na banda Municipal da Cidade onde morava, no interior de Goiás, mas quando se mudou para São Paulo, com a influência e ajuda de amigos, se rendeu à paixão pela música eletrônica.

Lourenzo, já tocou em grandes selos pelo Brasil e hoje está investindo na produção musical na Santander Music Academy. Já lançou um EP com Diego Santander que ficou durante semanas no #TOP100 Releases Big Room do Beatport e foi convidado a compor o casting da gravadora Santander Music.

“Quando comecei a frequentar baladas, eu ia nas festas e sempre ficava em frente a cabine do DJ observando cada movimento que eles faziam” Lourenzo.

Venham conhecer um pouco mais desse talento:

Tocando instrumentos musicais em bandas e na igreja, como surgiu sua vontade de ser DJ?

Eu sou do tipo que vivo música: acordo, tomo banho e vou deitar ouvindo música (risos). Eu sempre fui apaixonado por música em geral. Toquei piano quando criança, depois adolescente eu comecei a tocar Saxofone, porém quando tive que mudar de cidade sai das bandas que eu tocava. Quando comecei a frequentar baladas, eu ia nas festas e sempre ficava em frente a cabine do DJ observando cada movimento que eles faziam… eu achava incrível aquele mundo, prestava atenção em cada música, cada movimento… mas ainda não me passava pela cabeça ser DJ… eu achava que não conseguiria conciliar a vida profissional com uma vida como a de um DJ. Mudando para São Paulo, eu vim com o objetivo de voltar a estudar música, porque já tinha algum tempo que eu estava sem tocar nenhum tipo de instrumento e percebi que não estar tão próximo da música me fazia muita falta. Eu sempre acompanhava meus amigos DJs nas baladas, e sempre trocava ideias sobre música com eles. Eles sempre falavam, porque você não vira um? Você tem dom, você leva jeito… Meus maiores incentivadores foram meus amigos que se propuseram a me ensinar a tocar e foi aí que tudo começou (risos).

Hoje minhas maiores inspirações internacionais são: Mor Avrahami, Yinon Yahel, Sagi Kariv (porque eu gosto dessas batidas Israelense), e os nacionais são meus amigos e super talentosos: meu mestre Diego Santander, Allan Natal, Rafael Barreto, dentre outros.

Sendo do interior de Goiás, como você enxerga as oportunidades para novos DJs no eixo Sul / Sudeste?

Com certeza a região Sul/ Sudeste tem bem mais oportunidades para os DJs. A cena Tribal em Goiás ainda é muito pequena e tem pouco espaço.

Especialmente São Paulo, eu sempre digo que São Paulo é o berço do mundo. Para quem busca oportunidades na vida, não existe lugar melhor que aqui.

Como DJ então… aqui é o lugar certo.

Aqui estão as maiores e melhores baladas do Brasil.

Existem muitas baladas por ser uma grande metrópole, sendo assim, tem muitas oportunidades.

Precisa ter persistência e não desistir, que aos poucos as coisas vão acontecendo.

Como minha mãe sempre dizia: “faça a sua parte com honestidade e carisma, e o resto o universo se encarregará de retribuir”.

“Eu costumo falar que depois que você vira DJ, você ouve a música de uma maneira especial.” Lourenzo.

Foto reprodução – Instagram.

Em meio a esse ano de 2020 louco, o que você fez para poder movimentar a sua carreira e crescer profissionalmente?

2020 foi um ano desafiador para todos nós, principalmente para quem é do setor de eventos.

No início da pandemia eu liberei um set, mas logo percebi que o engajamento estava ruim porque as pessoas estavam em casa, não estavam praticando atividades físicas e nem saindo de casa.

Logo percebi que teria que mudar a estratégia…

Então foquei em movimentar mais meu canal no Youtube disponibilizando meus sets lá e principalmente investindo em Live Sets.

Fiz algumas Lives representando Selos que toco em SP e outras por conta própria.

Quando a pandemia começou eu já fazia o curso de Produção Musical, então eu foquei bastante nisso também… em aprimorar meus conhecimentos na Produção Musical para criar e liberar músicas novas e originais.

Foquei também no novo posicionamento da minha marca e comunicação visual… simplifiquei e mudei minha logo e aproveitei esse momento de pandemia para usar as redes sociais ao meu favor, soltando bastante material promocional com a minha nova comunicação.

Live Bubu:

Live Set Lourenzo:

Tendo tanto contato com a música, quais as diferenças que você sente antes e depois de iniciar o curso de produção musical?

A Produção Musical mudou completamente a minha vida dentro da música. Hoje acho que tenho uma identidade musical muito mais definida. Eu sei exatamente o que gosto de fazer e o que me emociona tocar enquanto DJ.

Antes a minha percepção era completamente diferente. Eu costumo falar que depois que você vira DJ, você ouve a música de uma maneira especial como se você se conectasse mais com a música… e depois que você vira Produtor você ouve a mesma música de uma forma mais especial ainda.

É como se você afinasse os seus ouvidos. É muito louco e ao mesmo tempo muito incrível. É difícil de explicar.

Sou muito grato à Santander Music Academy, porque me abriu portas incríveis no mundo da música e da produção.

Com o surgimento de tantos novos DJs neste ano, quais são as suas expectativas pós pandemia?

Eu vim de uma leva grande de DJs novos e eu sempre digo: tem espaço para todos.

A cena está crescendo bastante e eu estou com excelentes expectativas para 2021.

Acho que será o ano de mostrarmos o melhor que temos, aprimorarmos nossos talentos e nos dedicar de verdade ao que nos move.

Estou com vários projetos para 2021, sobre comunicação visual da minha marca, uma turnê internacional, projetos na produção musical, gravação de EP, contratos com gravadoras internacionais e muitas coisas boas vindo por aí.

Eu tenho 3 apresentações internacionais que foram adiadas para 2021, estou com muita vontade que tudo isso passe logo para que possamos retomar os calendários das apresentações e para continuarmos levando alegria e vibe para o mundo através da nossa música.

FACEBOOK

INSTAGRAM

SOUNDCLOUD

Compartilhe:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email

Deixe uma resposta

Para Você

Posts Relacionados

LANÇAMENTO | Lari Hi: produtora, DJ e, agora, label boss

Conheça a Hi Music, gravadora que estreia o catálogo de lançamentos com “Hallucination” Lari Hi tem no alfabeto uma letra especial e que inicia uma palavra que tem feito parte recorrente do seu vocabulário: história. A DJ e produtora de

LANÇAMENTO | Por trás de um vocal chiclete, tem sempre uma boa história: The Otherz e Pump Gorilla lançam “Bonfire Night”

Foi aqui que pediram uma track pra curtir, dançar e cantarolar por aí? Algumas tracks têm um diferencial importante que é a facilidade de a melodia permanecer na sua cabeça e fazer seu corpo se mexer; o vocal que, quando

LANÇAMENTO | Siamese lança “Overdose Sessions”

Siamese acaba de lançar o projeto visual “Overdose Sessions”, uma nova versão do EP lançado em 2019. Ouça e baixe aqui: Overdose Sessions Assim como o EP original, o projeto visual conta com cinco canções, sendo elas “Iguais”, parceria com

LANÇAMENTO | Eloy demonstra maestria em seu mais novo EP “Freedom” pela HeadBox Records

O DJ e produtor musical Eloy, presente na cena eletrônica desde 2015, está no auge de sua carreira musical e lança o EP “Freedom”, pela Headbox Records, que vem repleto de produções impecáveis, trazendo a identidade musical do DJ que

COLUNA | EU QUERO FESTIVAL

A vivência singular nos festivais de Psytrance Falar de festival de Psytrance é como falar sobre estar em casa, à vontade com os meus amigos, ouvindo as nossas playlists favoritas, hahahahahahah… É REAL! Conheci a cena no ano 2000, frequentando

%d blogueiros gostam disto: